Cargueiro espacial russo cai na Sibéria, diz agência

País perdeu contato com a nave, que transportava uma carga para a Estação Espacial Internacional

Efe e Reuters

24 de agosto de 2011 | 13h16

 

MOSCOU - O cargueiro espacial russo Progress M-12M, lançado nesta quarta-feira da base Baikonur, caiu na Sibéria, informaram fontes da Polícia da República de Altai.

 

A nave não conseguiu alcançar a órbita e pegou fogo na atmosfera nesta quarta-feira, lançando destroços sobre a Sibéria, informou a agência de notícias local Interfax."O cargueiro espacial Progress, que se desviou da órbita prevista, caiu no distrito Choiski, na República de Altai", indicou a fonte à agência Interfax.

 

Aparentemente, acrescentou, a nave caiu "em uma área descampada, longe de áreas povoadas e, segundo dados preliminares, não houve nem incêndio, nem feridos".

 

A Rússia perdeu contato com a nave, que transportava uma carga para os seis astronautas da Estação Espacial Internacional (ISS, na sigla em inglês), poucos minutos após seu lançamento.

 

O artefato, cuja separação estava prevista para as 17h09 de Moscou (10h de Brasília), não atingiu a órbita correta devido a uma falha nos motores do foguete portador Soyuz-U, segundo a agência oficial RIA Novosti.

 

Mais cedo, a agência havia dito que uma fonte do setor espacial afirmou que uma "situação emergencial" tinha surgido pouco após o lançamento da nave na base russa de Baikonur, no Cazaquistão, às 10h (horário de Brasília).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.