Cargueiro russo Progress M-15M não consegue reacoplar-se à ISS

Falha ocorreu durante teste de um novo sistema de aproximação e acoplamento automático

Efe,

24 Julho 2012 | 14h37

 A nave de carga russa Progress M-15M não conseguiu nesta terça-feira, 24, reengatar-se à Estação Espacial Internacional (ISS, em inglês) durante o teste de um novo sistema de aproximação e acoplamento automático, informou o Centro de Controle de Voos Espaciais (CCVE) da Rússia.

"São desconhecidas as causas da falha", disse um porta-voz do CCVE citado pela agência "Interfax".

O porta-voz explicou que o novo sistema de aproximação e engate automático do cargueiro, que na véspera fora desenganchado da plataforma orbital, alertou do risco de uma avaria e abortou a manobra quando o Progress se encontrava a uma distância de 15 quilômetros da ISS.

Segundo a fonte do CCVE, os especialistas trabalham atualmente para esclarecer as causas da falha, enquanto a segunda tentativa de acoplamento foi programada para as 22h de 28 de julho (horário de Brasília).

Atualmente, a bordo da plataforma se encontra uma expedição integrada por seis tripulantes: os russos Yuri Malenchenko, Gennady Padalka e Sergei Revin, os americanos Sunita Williams e Joe Acaba e o japonês Akihiko Hoshide.

Mais conteúdo sobre:
cargueirorussoProgress M-15MISS

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.