Casais homossexuais também são fiéis e felizes, diz estudo

Dois estudos realizados nos EUA não encontram grandes diferenças entre pares homo ou heterossexuais

22 de janeiro de 2008 | 15h46

Casais do mesmo sexo têm o mesmo potencial para fidelidade e felicidade romântica que os heterossexuais, dizem pesquisadores que estudaram a qualidade de relacionamentos entre adultos e o desenvolvimento psicológico saudável. Os resultados aprecem em dois estudos da edição deste mês da revista especializada Developmental Psychology.   Ambos os trabalhos comparam casais do mesmo sexo e casais de sexos opostos em uma série de critérios de relacionamento e desenvolvimento. Pesquisadores da Universidade de Illinois compararam 30 casais gays comprometidos e 30 cais de lésbicas comprometidas com 50 casais de noivos heterossexuais, 40 casais heterossexuais casados e casais de namorados heterossexuais.   Todos os participantes responderam a questionários para documentar a interação com seus parceiros no cotidiano. Eles também foram estudados ao realizar tarefas no laboratório.   Os resultados mostraram que as relações de mesmo sexo são semelhantes às heterossexuais de diversas maneiras. Os envolvidos em relacionamentos de maior compromisso (gays ou heteros) resolveram seus conflitos melhor que os casais que apenas namoravam. E os casais de lésbicas mostraram uma cooperação especialmente harmoniosa nas tarefas de laboratório.   O segundo estudo, das universidades de Washington e Vermont, avaliou como orientação sexual e estado civil afetam a qualidade do relacionamento. Os pesquisadores acompanharam 65 casais de homens e 138 casais de mulheres casados em uniões homossexuais, 23 casais masculinos e 61 femininos não casados e 55 casais heterossexuais casados, por um período de três anos.   Todos os participantes responderam a questionários sobre o relacionamento e o ambiente social.   O resultado mostrou que os casais homossexuais e heterossexuais são semelhantes na maioria das variáveis, e que o reconhecimento legal da união não parece ser um fator fundamental. A despeito disso, casais homossexuais não casados tiveram uma maior probabilidade de encerrar o relacionamento que os unidos por união civil e os heterossexuais casados.

Tudo o que sabemos sobre:
homossexualidadepsicologia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.