Reprodução
Reprodução

AO VIVO

Acompanhe notícias do coronavírus em tempo real

Casamento de irmã de Gabriela Pugliesi na Bahia teve convidados com coronavírus

Hotel enviou alerta sobre confirmação de caso entre os participantes da festa; Ao menos dez outros casos são considerados suspeitos

Ciro Campos, O Estado de S.Paulo

11 de março de 2020 | 20h31

SÃO PAULO - Uma festa de casamento em Itacaré, no sul da Bahia, pode ter sido o foco de novos casos de coronavírus no Brasil. A cerimônia foi realizada no sábado, 7, e a noiva era a influenciadora digital Marcela Minelli, irmã da também influenciadora Gabriela Pugliesi. Há pelo menos dois casos confirmados da doença e a suspeita de, no mínimo, dez infectados. 

O Estado conversou com um dos presentes à festa. Sob a condição de anonimato, a fonte relatou nos últimos dias que teve febre e dores pelo corpo. Depois disso, ela procurou um hospital e, para confirmar a doença, passou por três diferentes exames nessa terça-feira, 10, para a coleta de secreção nasal. Pela grande demanda de casos, o resultado só sairá dentro de três dias e será enviado por e-mail.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Casei com o amor da minha vida!!! ♥️ Obrigada Deus, família e amigos, foi mto além dos nossos melhores sonhos! #Mazinhos

Uma publicação compartilhada por Marcella Minelli B M (@marcellaminelli) em

"Sinto como se fosse uma gripe normal, com febre de 38ºC e dores pelo corpo. Estou repousando em casa mesmo, mas com muita tranquilidade", disse um dos convidados. O casamento reuniu cerca de 500 pessoas. Fora a celebração, no sábado, os presentes à festa se reuniram também na noite de sexta-feira, 6. Boa parte dos presentes voltou para São Paulo em um mesmo voo, que saiu de Ilhéus no domingo.

Para Entender

Coronavírus: veja o que já se sabe sobre a doença

Doença está deixando vítimas na Ásia e já foi diagnosticada em outros continentes; Organização Mundial da Saúde está em alerta para evitar epidemia

Cunhado da noiva e marido da influenciadora Gabriela Pugliesi, Erasmo Viana publicou nesta quarta-feira vídeo no Instagram em que confirmou a detecção do vírus em alguns dos presentes à festa. "No casamento da 'Mazinha' no fim de semana tivemos duas pessoas confirmadas. Isso dá uma 'assustada', porque a gente sabe que não é um negócio tão grave", disse Viana.

A própria Gabriela Pugliesi revelou no Instagram que está com febre de 38,8ºC. No primeiro exame a que foi submetida, acabou descartada a infecção por influenza, vírus da gripe. Ela espera agora a resposta final das outras análises médicas.

O convidado que conversou com a reportagem disse saber de pelo menos quatro casos confirmados da doença. Entre os presentes na festa de casamento, há relatos até de 14 infectados. A suspeita é que a origem da nova contaminação na Bahia é de um convidado que anteriormente havia viajado para Aspen, nos Estados Unidos.

O convidado contou ao Estado que recebeu orientações médicas para não sair de casa. "Vou trabalhar de casa e evitar contato com as outras pessoas. Vou até dormir em um quarto separado. Estou usando máscara e álcool em gel. Se mais alguém que mora comigo tiver sintomas, vai ter de procurar ajuda médica", afirmou.

A orientação médica passada ao convidado do casamento foi que, em caso de contaminação por coronavírus, é preciso permanecer em casa por 14 dias. A internação só será necessária caso a pessoa apresente complicações, como falta de ar. A fonte consultada pelo Estado não possui outros fatores de risco, como hipertensão e diabete, e tem menos de 60 anos. O Estado não conseguiu contato com a assessoria de imprensa da noiva. 

Hotel que abrigou participantes envia alerta

O resort de luxo que recebeu o casamento publicou comunicado nesta quarta-feira, 11, encaminhado para hóspedes e clientes. No texto, a direção do Txai Resort Itacaré confirma que um dos convidados à festa se hospedou no local e está confirmado do novo coronavírus. Trata-se justamente de um morador de São Paulo, de 26 anos, que esteve em Aspen e apresentou como sintomas febre e coriza.

"O Txai Resort Itacaré recebeu cerca de 500 convidados para um casamento, dos quais 120 estavam hospedados em nosso hotel. Até o presente momento, apenas esse hóspede (convidado do casamento) foi diagnosticado com o vírus", diz o texto. A empresa explicou que todo os funcionários do hotel e taxistas estão sendo monitorados.  

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.