Casos da gripe suína passam de 5,7 mil em 33 países, diz OMS

94,7% dos casos foram registrados nos Estados Unidos, Canadá e México; mortes continuam em 61

Efe,

13 Maio 2009 | 09h36

 

Maioria dos pacientes não precisa de antiviral, diz OMS

GENEBRA -  Os casos de gripe suína no mundo comunicados até agora à Organização Mundial de Saúde (OMS) chegam a 5.728 em 33 países, segundo o último balanço divulgado pela entidade nesta quarta-feira, 13.

 

Veja também:

especial Mapa: veja como a gripe está se espalhando

especialEntenda a gripe suína: perguntas e respostas 

video Infectologista esclarece cuidados que serão tomados 

mais imagens Veja galeria de fotos da gripe suína pelo mundo   

som 'Meios de transportes facilitam a propagação'

documento Folheto oficial do Ministério da Saúde   

O México notificou 2.059 ocorrências confirmadas da doença, 56 delas fatais. Já os Estados Unidos informaram sobre 3.009 casos, sendo que três deles terminaram em morte. O Canadá comunicou sobre 358 contaminados pela doença, sendo que um deles morreu. Na Costa Rica, são oito os casos, um deles fatal.

De acordo com os dados da OMS - que nem sempre correspondem aos dos governos locais -, os demais países que notificaram casos, mas sem falecimentos, são: Brasil (8), Espanha (98), Reino Unido (68), Panamá (29), França (13), Alemanha (12), Itália (9), Nova Zelândia (7), Israel (7), Colômbia (6), Japão (4), El Salvador (4), Guatemala (3), Holanda (3), China (3) e Coreia do Sul (3).

Além destes, Noruega, Suécia, Tailândia e Finlândia apresentam dois casos cada, enquanto que Argentina, Austrália, Áustria, Cuba, Dinamarca, Irlanda, Polônia, Portugal e Suíça possuem uma ocorrência cada, segundo a OMS.

A entidade continua sem recomendar restrições a viagens por causa do vírus. Apesar do nome, a doença não apresenta risco de infecção por ingestão de carne de porco e derivados.

Mais conteúdo sobre:
gripe suína balanço OMS

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.