Casos de dengue no País caem 52% em 2009, diz governo

Grande exceção é a Bahia, que enfrenta uma grande epidemia da doença, com mais de 50 mortes

05 Junho 2009 | 14h08

O número de casos de dengue no Brasil caiu 52,3% este ano em relação ao ano passado, segundo avaliação do  Ministério da Saúde. O balanço, com informações até o dia 24 de maio, revela que todas as regiões do país registraram queda. As reduções foram de 68,6% no Sudeste, 48,6% no Sul, 42,6% no Nordeste, 31,3% no Norte e 11,3% no Centro-Oeste.

 

especial Entenda a doença e veja o histórico dos últimos meses e anos

 

Porém, sete Estados tiveram aumento de casos - Acre, Roraima, Amapá, Bahia, Espírito Santo, Mato Grosso do Sul e Mato Grosso. Só na Bahia, por exemplo, até o início do mês 55 mortes por dengue já foram confirmadas.  

 

No País, 266.285 pessoas contraíram dengue nos primeiros meses deste ano, enquanto que, em 2008, o número de infectados chegou a quase 560 mil, no mesmo período. A tendência de queda foi acompanhada por 19 Estados e pelo Distrito Federal. Um dos destaques no novo boletim do ministério é a redução de 96,5% das notificações de dengue no Estado do Rio de Janeiro. 

 

Em relação ao boletim preliminar do mês de maio, Minas Gerais saiu do grupo de Estados com aumento de notificações e já apresenta ligeira redução de casos. 

 

Segundo o  Ministério da Saúde, nos Estados do Amapá, Tocantins, Maranhão, Piauí, Paraíba, Pernambuco, Alagoas, São Paulo, Paraná e Mato Grosso do Sul não houve registro de mortes causadas pela dengue. Além disso, no Acre, Amazonas, Roraima e Goiás a taxa de letalidade, que é a proporção entre número de casos graves da doença e as mortes, foi de aproximadamente 1%, o que se mantém dentro dos padrões aceitos pela Organização Mundial da Saúde (OMS). 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.