CERN confirma que neutrinos não são mais rápidos que a luz

Confirmação descarta definitivamente resultados anunciados no ano passado, que surpreenderam o mundo

Efe,

08 de junho de 2012 | 08h59

O Centro Europeu de Pesquisa Nuclear (CERN) confirmou nesta sexta-feira, 8, que as partículas elementares chamadas "neutrinos" não se deslocam mais rápido do que a luz.

 

"Os neutrinos enviados do laboratório de Gran Sasso (Itália) respeitam o limite de velocidade cósmica", afirmou o diretor de pesquisa do CERN, Sergio Bertolucci, na Conferência Internacional sobre Física e Astrofísica dos Neutrinos em Kyoto, informou a entidade em nota oficial.

 

Esta confirmação descarta definitivamente os resultados anunciados em setembro do ano passado e que surpreenderam o mundo. Na ocasião, foi divulgado que os neutrinos enviados do laboratório subterrâneo do CERN em Genebra ao de Gran Sasso levaram 60 nanossegundos a menos do que a luz para percorrer a distância de 732 quilômetros.

Tudo o que sabemos sobre:
neutrinosCERNfísicabóson de Higgs

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.