Leonardo Oliveira/Inep
Leonardo Oliveira/Inep

Chefe de área responsável pelo Enem, general morre por complicações da covid-19

Pressão para adiar o exame nacional, previsto para começar no próximo domingo, tem crescido nos últimos dias

Vinícius Valfré e Tânia Monteiro, O Estado de S.Paulo

11 de janeiro de 2021 | 21h54

BRASÍLIA - Chefe da diretoria do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) e responsável pela elaboração do Enem, o general da reserva Carlos Roberto Pinto de Souza morreu nesta segunda-feira, 11, aos 59 anos, após complicações causadas pela covid-19. O general, que era diretor de Avaliação da Educação Básica do Inep, estava internado em Curitiba. Na função desde setembro de 2019, ele participou das discussões para a concepção do Enem Digital, que será experimentado pela primeira vez este ano.

Sem mencionar a causa da morte, o Inep divulgou uma nota de pesar. A morte por consequêncis do novo coronavírus foi confirmada pelo Estadão com pessoas próximas ao militar.

"A presidência do Inep, em nome de todos os seus colaboradores, agradece o trabalho desempenhado com dedicação, entusiasmo, responsabilidade e senso ético pelo diretor Carlos Roberto. Seu nome estará registrado na história do Inep", diz trecho da nota.

A edição de 2020 do Enem foi adiada em razão da pandemia e as provas acabaram remarcadas para 17 e 24 de janeiro. Apesar da mudança na data, há discussões sobre a pertinência de se manter o exame, tanto por conta dos riscos de contaminação quanto pelo fato de alunos terem ficado sem aulas uma parte do ano.

O general é da turma de 1983 da Academia Militar das Agulhas Negras (Aman) e foi para a reserva em 2017. Como general, ele ocupou dois postos: o de comandante de Comunicações e Guerra Eletrônica do Exército, em Brasília, e o de chefe do Centro de Defesa Cibernética. 

Carlos Roberto também atuou como gerente do projeto do Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteira, o Sisfron. A escolha dele para o cargo no Inep chegou a ser criticada, em 2019, por conta da falta de experiência com os temas da alçada da diretoria.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.