Chega a 17 número de pessoas afetadas por gripe no Equador

Sete novos casos foram informados somente neste final de semana; maioria dos infectados é de Guayaquil

Efe,

24 Maio 2009 | 23h34

 O diretor de Saúde do Equador, Ricardo Cañizares, informou neste domingo que foram confirmados sete novos casos de gripe suína durante este fim de semana, com o que chega a 17 o número de pessoas contagiadas pelo vírus da doença no país. Dos 17 casos detectados, dois se encontram em Quito e os restantes em Guayaquil.

 

Cañizares disse ao canal Ecuavisa que os novos sete casos foram detectados na cidade portuária de Guayaquil (sudoeste), sendo fundamentalmente crianças, de entre 8 e 15 anos de idade. Os novos casos estão vinculados com as crianças que foram confirmadas nos dias anteriores e que iam a colégios, cujas aulas foram suspensas. As autoridades equatorianas suspenderam as aulas, por oito dias, em dois colégios de Guayaquil, frequentados pelos menores infectados.

 

O Ministério de Saúde equatoriano insistiu em que o vírus AH1N1 não circula no país e que os afetados contraíram a doença no exterior ou por relação entre eles.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.