Chequer deixa direção do programa DST-Aids

O sanitarista Pedro Chequer deixou ontem a direção do Programa Nacional de DST-Aids. A carta de demissão foi entregue ao recém-empossado ministro da Saúde, José Agenor Álvares da Silva. Em seu lugar assume a sanitarista Mariângela Simão, desde junho de 2005 coordenadora-adjunta do programa brasileiro. Chequer, que estava licenciado do Programa das Nações Unidas para Aids (Unaids), vai reassumir agora suas funções na organização.

Agencia Estado,

04 de abril de 2006 | 10h50

Tudo o que sabemos sobre:
notícia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.