Chile confirma segunda morte por gripe suína da América do Sul

Número de afetados pelo vírus A(H1N1) no Chile já chega a 890, seis dos quais se encontram em estado grave

Efe,

07 Junho 2009 | 14h31

As autoridades chilenas confirmaram neste domingo, 7, a segunda morte causada pela gripe suína neste país, que também é a segunda provocada pela doença em toda América do Sul.

 

Veja também:

especial Mapa: veja como a gripe está se espalhando

especialEntenda a gripe suína: perguntas e respostas 

video Infectologista esclarece cuidados que serão tomados 

mais imagens Veja galeria de fotos da gripe suína pelo mundo   

som 'Meios de transportes facilitam a propagação'

documento Folheto oficial do Ministério da Saúde 

 

A vítima, de 49 anos e cuja identidade não foi revelada, faleceu hoje no hospital base de Osorno, a 942 quilômetros ao sul de Santiago, após permanecer conectada desde há duas semanas a um respirador artificial.

 

Segundo a rádio Bío Bio, a informação foi confirmada pelo Departamento de Relações Públicas do hospital, notícia que causou comoção na zona onde se concentram os casos mais graves da gripe no Chile.

 

O secretário regional do Ministério da Saúde chileno, Bernardo Martorel, viajará até a cidade para divulgar mais detalhes desta segunda vítima fatal no hemisfério sul.

 

O número de afetados pelo vírus A(H1N1) no Chile já chega a 890, seis dos quais se encontram em estado grave.

Mais conteúdo sobre:
gripe suína influenza A (H1N1)

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.