China anuncia lançamento de estação espacial em 2020

Projeto prevê colocação em órbita de laboratório de 20 toneladas.

Marina Wentzel, BBC

07 de novembro de 2007 | 11h45

A China anunciou nesta quarta-feira que pretende lançar em 2020 uma estação espacial própria.A estação será um laboratório de pequena escala e deverá pesar cerca de 20 toneladas, revelou Long Lehao, um cientista do alto escalão do governo chinês, ao jornal estatal China Daily. Essa é a primeira vez que um cronograma para a construção da estação espacial é divulgado.Com a concretização do projeto, a China seria o único país do mundo a possuir uma estação espacial própria.No passado, apenas a Rússia chegou a desenvolver sozinha uma estação fora da Terra, mas a MIR foi desativada em 2001.A única estação espacial em operação é a Estação Espacial Internacional, uma estrutura de 400 toneladas na órbita da Terra, fruto de uma parceria que envolve 16 países, entre eles o Brasil e os Estados Unidos. O lançamento da estação chinesa é o terceiro e último passo do programa que envolve o envio de missões tripuladas ao espaço e que foi inaugurado em 1992 pelo então presidente Jiang Zemin. A primeira etapa do programa incluiu o lançamento de duas missões. Em 2003, a nave Shenzhou 5, tripulada pelo astronauta Yang Liwei, ficou em órbita por pouco mais de 20 horas. Na seqüência, em 2005, a missão Shenzhou 6 levou Fei Junlong e Nie Haisheng a uma viagem ao espaço que durou cinco dias.Atualmente, a China desenvolve a segunda fase do programa e almeja concluir a Shenzhou 7 em 2008. Essa missão contará com vários astronautas que conduzirão experiências fora da nave, em pleno espaço aberto. Para a concretização da terceira etapa, os cientistas estão desenvolvendo uma nova série de foguetes mais potentes chamados "Longa Marcha 5", que deverão levar ao espaço os módulos da futura estação. Os testes de lançamento dos novos foguetes estão previstos para ocorrer em 2013.No mês passado, a China lançou seu primeiro satélite lunar.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.