China lança satélite para supervisão marítima

País prevê lançar cinco satélites para outros países neste ano, com o que espera obter uma taxa de cerca de 15% do mercado em 2012

Efe,

09 de janeiro de 2012 | 09h16

 A China lançou nesta segunda-feira, 9, desde a base de Taiyuan, no norte do país, um satélite contratado por Luxemburgo para o monitoramento das águas marinhas, informou a agência Xinhua.

O lançamento é um dos primeiros que a China faz para um país europeu, ainda que anteriormente tenha colaborado com nações da África e da América Latina.

No lançamento, também foi colocado em órbita o satélite chinês "Ziyuan III".

A China prevê lançar cinco satélites para outros países neste ano, com o que espera obter uma taxa de cerca de 15% do mercado em 2012, aumentando a competição com potências tradicionais do setor, como os Estados Unidos e a Rússia.

Outros lançamentos contratados para este ano incluem um satélite de telecomunicações para o Paquistão, desenvolvido pela China, e um aparelho com fins similares fabricado pela francesa Thales Alenia Space para Eutelsat Communication.

A China lançou desde 1990 um total de 38 satélites de outros países, entre eles o "Simón Bolívar", venezolano, também destinado às telecomunicações.

O país também está construindo um segundo satélite para a Venezuela

E o primeiro para a Bolívia, que será chamado "Tupac Katari" e deverá ser lançado em 2013.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.