China planeja lançar sua primeira sonda lunar na quarta-feira

O lançamento se dá depois de o Japão ter anunciado que sua sonda lunar, Selene, entrou em órbita

Reuters e AP

22 de outubro de 2007 | 15h14

Os preparativos da China para lançar, na quarta-feira, sua primeira missão lunar seguem conforme o planejado, afirmou nesta segunda uma autoridade do país. O lançamento da sonda Chang'e 1 está marcado para as 8h (horário de Brasília) de quarta-feira, mas poderá ocorrer dois dias depois, dependendo das condições climáticas, afirmou o porta-voz da Administração Espacial Nacional da China, Li Guoping. Segundo ele, a sonda circundará a Lua por mais de um ano, mapeando e analisando sua superfície. "Sua implementação estabelecerá a fundação tecnológica para o desenvolvimento por parte de nosso país de atividades de exploração profunda do espaço", afirmou. Estados Unidos, Japão e Índia também querem marcar seu interesse na Lua com novos esforços de exploração. O lançamento se dá depois de a agência espacial japonesa ter anunciado que sua sonda lunar, Selene, entrou corretamente em órbita da Lua para iniciar um programa de observações de um ano.     A Chang'e 1 usará câmeras de estéreo e espectrômetros de raios-X para produzir imagens tridimensionais da superfície lunar e estudar sua composição.     Após o lançamento, a sonda chinesa orbitará a Terra para fazer ajustes técnicos e chegará à Lua em 5 de novembro. As primeiras fotos da Lua deverão chegar na segunda quinzena do mês.Em 2003, a China tornou-se o terceiro país do mundo - depois dos EUA e da ex-União Soviética - a lançar um homem ao espaço a bordo de seu próprio foguete. E em 2008 o país planeja mandar um astronauta para uma caminhada espacial. (Por Chris Buckley)

Tudo o que sabemos sobre:
ESPACOSONDACHINA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.