China registra 3 mil novos afetados pelo HIV a cada mês

Centro doenças contagiosas aponta para mais de 32 mil novos casos em 2007; no país, soropositivos são 640 mil

Efe,

06 de novembro de 2007 | 08h28

O número de novos afetados pelo Vírus de Imunodeficiência Humana (HIV) na China aumentou e chegou a uma média de 3 mil pessoas ao mês, com uma percentagem de contágio por transmissão sexual de quase 40%, informou nesta terça-feira, 6, o jornal China Daily. Os novos dados são do Centro de Controle e Prevenção de Doenças Contagiosas da China. O subdiretor do centro, Wang Ning, explicou que neste ano se registraram 32.235 novos casos de portadores do HIV ou doentes de aids. Deles, 3 mil já morreram. Em 2006, até 30% dos novos casos registrados se deviam à transmissão sexual entre pessoas de sexos diferentes e só 3,1% ao contágio entre homossexuais. A percentagem aumentou este ano para 37,9% em relações heterossexuais e 3,2% por contato homossexual. Segundo dados estimados do governo chinês e da Organização Mundial da Saúde (OMS), a aids afeta 640 mil pessoas no país. Mas defensores dos direitos dos soropositivos na China disseram à Efe que segundo seus cálculos são cerca de 6 milhões.

Tudo o que sabemos sobre:
ChinaHIV

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.