China terá novo navio de exploração polar em 2014

Substituto para o 'Dragão da Neve' está em fase de desenvolvimento, mas terá tecnologia de ponta

Efe

09 de abril de 2012 | 08h24

O segundo navio de exploração em áreas de gelo da China, que ainda está sendo desenhado, entrará em serviço em 2014, de acordo com informações passadas nesta segunda-feira, 9, pelos responsáveis do Instituto de Pesquisas Polares do país durante o retorno do Xuelong (Dragão da Neve), única embarcação do tipo que Pequim tem.

 

O navio chegou nesta segunda em Xangai depois de completar sua missão de número 28 na Antártida, de acordo com um jornal local. O Xuelong, comprado da Ucrânia em 1993, foi recolher amostras de gelo a grandes profundidades na chamada cúpula A, a maior elevação do Polo Sul. Durante a expedição também foi instalado um telescópio chinês na região.

 

O novo navio será fabricado e desenhado na própria China, embora haja a participação de engenheiros de outros países em seu desenvolvimento.

 

"Este sim será um autêntico navio de exploração em áreas de gelo, já que o Xuelong era apenas um barco de transporte transformado em um de pesquisa", disse Weng Lixin, responsável pelo instituto. "A nova embarcação será equipada com a tecnologia mais avançada em termos de pesquisa marinha, polar e astronômica", acrescentou. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.