Chuveiros podem conter bactérias perigosas

Pessoas com sistemas imunológicos normais têm pouco a temer com relação à 'Mycobacterium avium'

AP,

14 Setembro 2009 | 17h19

Um estudo afirma que chuveiros podem abrigar uma pequena bactéria que é arremessada no rosto de quem toma banho. Pessoas com sistemas imunológicos normais têm pouco a temer, mas esses micróbios podem se tornar um problema para pessoas com fibrose cística ou aids, pessoas que passam por tratamentos contra o câncer ou aqueles que recentemente receberam um transplante de órgão.

 

Pesquisadores da Universidade do Colorado testaram 45 chuveiros em cinco estados dos Estados Unidos como parte de um estudo mais de microbiologia do ar e da água nas residências, escolas e prédios públicos. Eles relatam suas descobertas sobre os chuveiros na edição desta semana da Proceedings of the National Academy of Sciences.

 

Em geral, é perigoso tomar banho? "Provavelmente não, se o seu sistema imunológico não estiver comprometido de alguma forma", disse o autor principal, Norman R. Pace. "Mas é como todo o resto - há um risco associado."

 

Os pesquisadores ofereceram sugestões para o cuidado com o chuveiro, tais como comprar chuveiros só de metal, pois os micróbios têm dificuldade de aderir nessas superfícies.

 

Ainda assim, os chuveiros são cheios de cantos e dobras, fazendo com que sejam difíceis de limpar, observam os pesquisadores, e os micróbios voltam mesmo depois de tratamentos com alvejante.

 

Pessoas que têm chuveiros com filtro podem trocar o filtro semanalmente, acrescentou a co-autora Laura K. Baumgartner. Além disso, ela disse, banheiras não pulverizam bactérias no ar tanto quanto os chuveiros.

 

As bactérias em questão são as Mycobacterium avium, que já foram ligadas a doenças respiratórias em algumas pessoas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.