GOVERNO SP
GOVERNO SP

Cidades do interior de São Paulo registram dois novos casos da variante Delta

Confirmação foi por meio do sequenciamento genético do vírus; secretaria estadual de Saúde monitora os casos e pessoas que tiveram contato com os infectados 

Igor Soares, O Estado de S.Paulo

16 de julho de 2021 | 16h04

Mais dois casos da variante Delta do novo coronavírus foram detectados no Estado de São Paulo, de acordo com o Instituto Butantan. O registro dos casos autóctones, ou seja, com indícios de transmissão local, foi feito por meio de sequenciamento genético do vírus encontrado em amostras de dois pacientes que vivem em cidades do interior paulista. Com isso, o total de casos da variante em cidades paulistas chegou a três.

As duas pessoas infectadas com a variante não têm histórico de viagem. O homem de 44 anos, que vive em Pindamonhangaba e não teve a identidade revelada, começou a apresentar sintomas da covid-19 no dia 28 de junho, com confirmação da doença no dia 30, por meio do exame PCR. Ele teve febre, tosse, perda do olfato e do paladar e não precisou de internação.  

Já o outro caso é de uma mulher de 30 anos, que mora em Guaratinguetá. Ela também apresentou sintomas leves, como dores musculares, tosse e coriza. Os sintomas apareceram também no dia 28 e a confirmação do diagnóstico de covid-19 chegou no dia 30.

A variante foi identificada originalmente na Índia. De acordo com as autoridades sanitárias, o nível de transmissibilidade é mais alto. Até o dia 10 de julho, o Instituto Adolfo Lutz registrou 3 casos da Delta, 3 da Beta, 39 da Alpha e 640 da Gama no Estado. 

O Butantan notificou a Secretaria de Saúde do Estado, que está monitorando as duas pessoas e quem teve contato com elas. O Estado de São Paulo só havia registrado, até então, um caso com transmissão local na capital e outro importado de Campos dos Goytacazes, quando um homem passou pelo aeroporto de São Paulo em direção ao Rio.

Tudo o que sabemos sobre:
Instituto Butantancoronavírus

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.