REUTERS/Brian Snyder
REUTERS/Brian Snyder

Cientista de Oxford diz que vacina contra a covid-19 tem obtido o tipo certo de resposta imune

Sarah Gilbert, no entanto, não afirmou quando ela estará pronta

Reuters, O Estado de S.Paulo

01 de julho de 2020 | 18h08

Uma cientista por trás da potencial vacina para covid-19, desenvolvida pela Universidade de Oxford, na Inglaterra, disse nesta quarta-feira (1º) que a equipe tem obtido o tipo certo de resposta imune em testes, mas não afirmou quando ela estará pronta.

Falando em uma audiência no Parlamento, Sarah Gilbert, professora de vacinologia da universidade, afirmou que 8 mil voluntários foram recrutados para a fase 3 do teste da vacina AZD1222, que foi licenciada para a AstraZeneca. "Estamos muito felizes por ver o tipo certo de resposta imunológica que dará proteção, e não o tipo errado."

A corrida para desenvolver uma vacina contra a covid-19 está em curso, com o receio que a pandemia possa se intensificar no final do ano, durante o inverno do hemisfério norte. Kate Bingham, presidente da Força-Tarefa para Vacinas do Governo do Reino Unido, disse que, excluindo o programa de vacinas de Oxford, ela esperava um avanço no início de 2021.

Gilbert disse esperar que a vacina de Oxford ficasse pronta antes do previsto, mas não foi mais específica, porque afirmou que a vacina só ficará pronta após análises.

John Bell, professor de medicina em Oxford, disse que a Grã-Bretanha deveria se preparar para não ter uma vacina para o inverno e incentivou as pessoas a se vacinar contra a gripe para evitar "pandemônio" em hospitais. 

"Toda essa epidemia se baseou demais em suposições e isso acabou não sendo verdade", disse Bell. "Portanto, meu forte conselho é estar preparado para o pior."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.