Cientistas batem recorde de velocidade de transmissão de dados

Transmissão alcançou 26 terabits por segundo, o equivalente à capacidade de 700 dvds por segundo

Efe

23 Maio 2011 | 14h01

BERLIM - O Instituto Tecnológico de Karlsruhe (sudoeste da Alemanha) anunciou nesta segunda-feira, 23, que uma de suas equipes de cientistas conseguiu bater o recorde mundial de velocidade de transmissão de dados, ao alcançar 26 terabits por segundo.

 

O centro de pesquisa assegurou que alcançou essa velocidade, equivalente à capacidade de 700 dvds por segundo, transportando os dados em um raio laser, mediante um inovador sistema de gravação de dados desenvolvido pelo físico alemão Jürg Leuthold.

 

"Construímos um processador óptico que lê os dados e os transforma em um sinal luminoso", explicou Leuthold em entrevista coletiva.

 

Uma vez no destino, acrescentou o cientista, um segundo processador óptico lê o sinal.

 

Os pesquisadores argumentaram que o desenvolvimento tecnológico requer cada vez maior velocidade de transmissão de dados, com o crescimento das retransmissões audiovisuais ao vivo e a construção de redes de comunicações.

 

Segundo os cientistas alemães, este é mais um passo no caminho para a denominada internet-terabit, uma rede de redes na qual é possível a transmissão de uma enorme quantidade de dados a uma grande velocidade.

 

Desta forma, a equipe de cientistas conseguiu superar seu próprio recorde, estabelecido no ano passado, ao transmitir dados a 10 terabits por segundo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.