Cientistas britânicos sequenciam código genético do A H1N1

Descoberta é o primeiro passo que pode levar à produção de uma vacina contra o vírus causador da gripe suína

Efe

08 Maio 2009 | 10h53

OMS confirma 2.371 casos; previsão é que total atinja 2 bi

LONDRES - A Agência de Proteção à Saúde do Reino Unido conseguiu sequenciar o código genético completo do vírus A H1N1, que causa a gripe suína. A medida é o primeiro passo para a produção de uma vacina contra a doença, segundo o ministro da saúde britânico, Alan Johnsson.

Veja também:

especial Mapa: veja como a gripe está se espalhando

especialEntenda a gripe suína: perguntas e respostas 

video Infectologista esclarece cuidados que serão tomados 

mais imagens Veja galeria de fotos da gripe suína pelo mundo   

som 'Meios de transportes facilitam a propagação'

documento Folheto oficial do Ministério da Saúde

 "Esta é a chave para entender como o vírus trabalha e para identificar as partes dele que podem ser utilizadas em uma vacina", disse o ministro em uma visita ao Instituto Biológico Nacional em Londres nesta sexta-feira, 8.

Os cientistas estão confiantes de que protótipos de uma vacina podem ser feitos na Europa nos próximos meses antes que uma imunização possa ser produzida em larga escala. Segundo a diretora da Agência de Proteção à Saúde, Maria Zambom, a cada dia os cientistas aprendem mais sobre o vírus.

"Demos um passo importante contra a gripe. A velocidade da pesquisa é testemunho da dedicação dos cientistas pelo mundo", completou o ministro.

Canadá

Na última quarta-feira, cientistas canadenses também haviam anunciado a descoberta do sequenciamento genético do vírus. "Trata-se de um marco importante e significativo para nós, mas ainda há muito trabalho pela frente", disse o secretário canadense de saúde pública, David Butler-Jones na ocasião.

Mais conteúdo sobre:
gripe suínavacinaAH1N1

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.