Reuters
Reuters

Cientistas confirmam relação entre calvície e problemas de próstata

Homens que perdem cabelo precocemente têm mais chance de sofrer hiperplasia benigna da glândula

Efe,

08 de março de 2012 | 07h30

 Um grupo de cientistas espanhóis confirmou a existência de uma relação entre a calvície precoce e a hiperplasia benigna da próstata (HBP), um crescimento não maligno da próstata que, geralmente, aparece nos homens com mais de 40 anos.

Segundo a Universidade de Granada, situada no sul da Espanha, esta doença é registrada em 50% dos homens com mais de 60 anos e pode ser identificada com uma excessiva de vontade de urinar.

O estudo científico, publicado na revista da Academia Americana de Dermatologia e ganhador do primeiro prêmio do 68º Congresso Anual desta mesma instituição americana, explica que os homens que sofrem calvície precoce têm mais possibilidades de sofrer de HBP do que os demais.

A calvície precoce ocorre com mais frequência nos homens do que nas mulheres e apresenta um componente hereditário que evolui progressivamente sem tratamento.

A hiperplasia benigna também costuma ser frequente e provoca um crescimento anormal e desordenado das glândulas que estão em contato direto com a uretra, sendo que a formação de um tumor (benigno) acaba obstruindo a saída da urina.

Para a realização deste estudo, os cientistas analisaram 87 homens, 45 deles diagnosticados com calvície precoce e outros 42 sãos. A partir daí, os resultados demonstraram que existia uma relação clara e direta relação entre os sujeitos com calvície precoce e os que sofriam de HBP.

A pesquisa foi realizada através de estudos de pesquisadores da Universidade de Granada, do Hospital Universitário San Cecilio de Granada e do Hospital St. Thomas de Londres.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.