Cientistas criam base para vacina contra gripe aviária, diz OMS

Vírus é mais tóxico do que o H1N1 da chamada gripe suína, mas se espalha com menos facilidade

Reuters

28 Maio 2009 | 09h42

Cientistas usando amostras virais do Egito desenvolveram a base para uma vacina contra o vírus H5N1 da gripe aviária, que é mais tóxico do que o H1N1 da chamada gripe suína, mas se espalha com menos facilidade, disse a Organização Mundial da Saúde nesta quinta-feira.

"Esta vacina recombinante está disponível para distribuição", disse a OMS em nota divulgada no seu site, acrescentando que a vacina foi desenvolvida "graças ao ministério e à população do Egito por terem fornecido espécimes virais."

"Instituições, empresas e outros interessados no desenvolvimento de uma vacina contra pandemias e que desejem receber esses vírus candidatos a vacina devem entrar em contato com o Programa Global de Influenza da OMS... ou com os Centros de Prevenção e Controle de Doenças."

Mais conteúdo sobre:
gripe aviáriasaúdevacina

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.