Cientistas de Harvard sugerem que Lua foi formada da Terra

Uma nova teoria apresentada por cientistas de Harvard sugere que a Lua já fez parte da Terra e que se separou depois de uma enorme colisão com outro corpo.

Reuters

18 Outubro 2012 | 09h27

Em um trabalho publicado na quarta-feira na revista Science, Sarah Stewart e Matija Cuk afirmam que sua teoria explicaria porque a Terra e a Lua têm composições e química similares.

A Terra estava girando muito mais rápido quando a Lua foi formada, e um dia durava apenas duas ou três horas, disseram.

Com a rotação da Terra tão rápida, um enorme impacto poderia ter lançado material suficiente do planeta para formar a Lua, afirmaram os cientistas, em uma explicação publicada no website da Harvard.

De acordo com a nova teoria, a Terra atingiu posteriormente a sua atual velocidade de rotação através da interação gravitacional entre a sua órbita em torno do Sol e a órbita da Lua em torno da Terra.

Os cientistas salientaram que sua proposição difere da atual teoria hegemônica, que defende que a Lua foi criada a partir de material de um enorme corpo que atingiu a Terra.

Sarah é professora de ciências da Terra e planetárias em Harvard, e Cuk é astrônomo e investigador do Instituto Seti, que apoia pesquisas na busca de vida extraterrestre. Este último está conduzindo uma pesquisa de pós-doutorado em Harvard.

Mais conteúdo sobre:
CIENCIA TERRA LUA TEORIA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.