Cientistas descobrem gene ligado a doença óssea

Cientistas descobriram um gene mutante causador de uma rara doença óssea que afeta principalmente crianças. A descoberta é um avanço na luta contra a fibrodisplasia ossificada progressiva (FOP), que provoca paralisia óssea irreversível. O estudo foi conduzido pela Faculdade de Medicina da Universidade da Pensilvânia e publicado na revista Nature Genetics. A doença afeta 2.500 pessoas no mundo todo. Também participaram da pesquisa especialistas do Brasil, França e Alemanha, entre outros.

Agencia Estado,

24 de abril de 2006 | 12h18

Tudo o que sabemos sobre:
notícia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.