Cientistas desenvolvem hidrogel que só 'ataca' célula de câncer

Nanopartícula diferencia células cancerígenas das saudáveis e deposita medicamentos no interior das doentes

Efe,

16 Fevereiro 2009 | 14h59

Uma equipe de pesquisadores da Universidade do País Basco (UPB) desenvolveu uma nanopartícula que diferencia as células cancerígenas das saudáveis e deposita medicamentos apenas no interior das que se encontram "doentes".   Em nota, a UPV disse que a estrutura é um hidrogel insolúvel em líquidos que detecta as células cancerígenas porque o Ph destas é menor que o do sangue.   Segundo os pesquisadores, a nanopartícula é combinada com ácido fólico, graças ao qual consegue atravessar as membranas das células cancerígenas, e, uma vez dentro delas, se incha devido à diferença de Ph e libera a droga.   Até agora, o problema no uso desta técnica era o tamanho das partículas, que tinham que ser pequenas o suficiente para não obstruírem as veias e artérias.   A equipe da faculdade de ciência e tecnologia da UPV desenvolveu hidrogéis minúsculos e de tamanho homogêneo, que atualmente estão sendo testados pelos pesquisadores das faculdades de medicina da Universidade Complutense de Madri e da Universidade do País Basco.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.