Cientistas encontram enguia considerada 'fóssil vivo'

Animal foi encontrado em caverna submarina a 35 metros de profundidade no Oceano Pacífico

BBC Brasil, BBC

17 Agosto 2011 | 09h57

 

Cientistas descobriram uma espécie de enguia primitiva vivendo em uma caverna submarina nas ilhas da República de Palau, no Oceano Pacífico.

A enguia, batizada de Protoanguilla palau, tem características anatômicas que não estão presentes em outros tipos de enguias.

A equipe de cientistas americanos, japoneses e palauenses afirma que as características da enguia sugerem que a espécie tem uma história de evolução longa e independente que se estende até 200 milhões de anos atrás. Com isso, os pesquisadores já estão chamando esta enguia de "fóssil vivo".

A enguia é uma espécie tão diferente que os cientistas tiveram que criar uma nova família taxonômica para descrever sua relação com outras enguias.

O animal usado como base para o estudo é uma fêmea de 18 centímetros de comprimento, capturada por um dos pesquisadores durante um mergulho em uma caverna a 35 metros de profundidade.

 

BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Mais conteúdo sobre:
vídeoenguiapalaufóssil vivo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.