Cirurgias devolvem a paciente visão de olho após 55 anos

Paciente de 63 anos sofreu descolamento de retina aos 8 anos; para médicos, resultadão dão 'esperança' para tratamento

BBC Brasil, BBC

17 Junho 2011 | 06h30

Médicos nos Estados Unidos conseguiram recuperar a visão de um homem que passou 55 anos cego em um olho por conta de um descolamento de retina.

O homem, de 63, procurou o hospital oftalmológico New York Eye and Ear Infirmary, com o olho direito avermelhado e reclamando de dor.

Ele havia perdido a visão aos oito anos de idade, quando sua retina descolou em função de uma pedrada.

Segundo relataram os médicos na revista científica " Journal of Medical Case Reports", o olho estava inchado, e apresentava sangramento e alta pressão de fluidos.

Após várias semanas e diversos procedimentos para estabilizar a pressão na área atingida, os médicos perceberam que o homem havia recuperado parte da percepção da luz no olho.

Isto representou um estímulo para tentar a cirurgia de recolocação da retina.

Sucesso

O cirurgião Olusola Olawoye, que realizou a operação, disse que após a cirurgia a visão do olho melhorou a ponto de o paciente conseguir contar os dedos de uma mão à distância de cinco metros.

Um ano depois, os médicos perceberam que a cicatrização do olho estava provocando novos descolamentos de partes da retina. O homem foi submetido a uma segunda cirurgia, também bem-sucedida.

O médico disse acreditar que a pouca "altura" de descolamento da retina tenha contribuído para o sucesso dos procedimentos.

"Até onde sabemos, este é o primeiro relato de recuperação de um paciente com um descolamento traumático de retina", afirmou o médico.

"Não só é um grande resultado para nossos pacientes, como tem implicações para a restauração da visão de outros pacientes, especialmente no contexto de pesquisas com células-tronco que poderiam ser transplantadas para retinas defeituosas a fim de restaurar a visão."

A retina é uma camada fina interna do olho onde as imagens são "focalizadas", interpretadas pelos nervos e levadas para o cérebro.

O descolamento é uma separação desta camada fotossensível, normalmente em função de uma rasgadura, da sua conexão na parte traseira.

Deixado sem tratamento por muitos anos, o descolamento pode resultar em dano permanente à retina, o que torna a operação de reparação sem efeito.

No último mês de abril, pesquisadores japoneses conseguiram criar uma retina sintética a partis de células-mães de camundongos.

 

BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Mais conteúdo sobre:
olho retina descolamento Olusola Olawoy

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.