Taba Benedicto/Estadão
Taba Benedicto/Estadão

Colégios particulares dão aviso sobre fim das aulas

Seguindo recomendação do governo do Estado, escolas dispensam alunos e programa aulas virtuais ou antecipam férias

Bruno Ribeiro, O Estado de S. Paulo

15 de março de 2020 | 05h00

Pais de alunos de colégios particulares de São Paulo começaram a receber ontem comunicados com esclarecimentos sobre suspensão das aulas, seguindo orientação do governo do Estado de fechar escolas gradualmente até o dia 23.

Pate das instituições decidiu manter as aulas até quarta-feira, 18, dando dois dias para os pais se organizarem. Em alguns colégios, o plano inclui manter os alunos em um esquema de ensino à distância. “A partir do dia 18 de março, quarta-feira, cancelaremos as aulas presenciais e trabalharemos em ambientes virtuais com alunos”, diz texto enviado por colégios da rede Pueri Domus. “No dia 18 de março, inicia-se o ensino no ambiente virtual, respeitando as especificidades das diferentes faixas etárias”, informa o comunicado do Colégio Santa Cruz, de Pinheiros, zona oeste da capital. 

Em outras escolas, como o Colégio São Luís, da Vila Mariana, as aulas vão ocorrer até o fim desta semana e, na semana que vem, os alunos entram em esquema de férias antecipadas, “sem definição, até o momento, do período de interrupção”. A recomendação do governo do Estado é para que os pais evitem deixar as crianças sob cuidados dos avós, uma vez que idosos são mais vulneráveis aos sintomas provocados pelo vírus.

Universidades. A Universidade de São Paulo (USP), a Universidade Estadual Paulista Júlio Mesquita Filho (Unesp) e a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) também mantém as aulas apenas até terça-feira, suspendendo as atividades a partir de quarta. No caso da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), a interrupção, inicialmente, se dará até o dia 30, com início já a partir de amanhã para os alunos de graduação. Para os alunos de pós-graduação, pesquisa e extensão, o esquema ainda será definido. 

O boletim da Secretaria Estadual da Saúde de ontem informou haver 65 casos confirmados de infecção pelo Covid-19 no Estado. Desse total, 62 pessoas são moradoras da capital. Santana de Parnaíba, Ferraz de Vasconcelos e Carapicuíba têm um caso cada. O Estado também registra 752 casos suspeitos. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.