Com menos de 50% de cobertura vacinal, Ceará confirma quinta morte

Paciente não fazia parte de nenhum grupo de risco, mas não respondeu bem ao tratamento durante o período em que ficou internada

Agência Brasil,

23 de maio de 2012 | 14h53

 A Secretaria de Saúde do Ceará confirmou a quinta morte provocada pela influenza A (H1N1) - gripe suína - este ano. A vítima, uma mulher de 35 anos, deu entrada em um hospital de Fortaleza já com um quadro de insuficiência respiratória e morreu no último domingo (20).

De acordo com a assessoria de imprensa, a paciente não fazia parte de nenhum grupo de risco, mas não respondeu bem ao tratamento durante o período em que ficou internada na unidade de terapia intensiva (UTI).

Além dela, uma gestante e um adolescente menor de 15 anos também estão entre os mortos pela doença no estado. Desde janeiro deste ano, o Ceará confirmou 129 casos de infecção pelo vírus Influenza H1N1 em 16 cidades, sendo a maioria em Fortaleza e em Beberibe.

A Secretaria de Saúde informou que a cobertura da campanha de vacinação contra a influenza, que imuniza também contra a influenza A (H1N1) - gripe suína - no estado, atingiu 46% do público-alvo. Alguns municípios, como Juazeiro do Norte, sequer alcançaram a margem de 40% de imunização. A campanha acaba na sexta-feira (25).

Tudo o que sabemos sobre:
gripe ACearáH1N1vacina

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.