Beto Carrero World
Beto Carrero World

Com rotina alterada, Beto Carrero reabre com adesão do público

Atividades reabriram com regras rígidas e alteração na rotina do parque temático

Fábio Bispo, Especial para o Estado

12 de junho de 2020 | 18h56

Milhares de pessoas passaram pelo maior parque temático da América Latina, o Beto Carrero World, em Santa Catarina, nesta sexta-feira, 12, após os mais de dois meses de fechamento por conta da pandemia do novo coronavírus. E a diversão, após tanto tempo de confinamento, foi retomada com regras rígidas e alteração na rotina do parque.

Atrações nos ambientes fechados continuam suspensas e o número de pessoas nos brinquedos também foi limitado. A todo momento, monitores lembravam as pessoas sobre as medidas de segurança. O uso de máscara e aferição de temperatura é obrigatório para todos a partir de agora. As enormes filas dos dias normais de funcionamento foram substituídas pela fila virtual, via aplicativo. Mesmo assim, em alguns casos, a reportagem do Estadão identificou pessoas que descumpriram as orientações e circularam sem máscaras e sem respeitar o distanciamento mínimo.

A liberação do setor de entretenimento em Santa Catarina, um dos únicos que ainda tinha restrições para funcionamento com o isolamento social imposto em 17 de março, foi autorizada pelo governador Carlos Moisés (PSL) em portaria publicada na semana passada. A medida também permitiu a reabertura de zoológicos, parques e praças, todos com regras para evitar aglomerações e com alerta de que a medida não reflete, neste momento, estímulo ao turismo. Cinemas e shows também estão permitidos, mas apenas na modalidade drive-in (dentro do carro).

A pedagoga Milene Frias, de 36 anos, e o filho Arthur, de 11 anos, aproveitaram o passaporte anual para “tirar o atraso da diversão”. Apesar das preocupações com a pandemia, a mulher, que é moradora de Itajaí, cidade vizinha ao Beto Carrero, disse que tem sido muito difícil os últimos meses sem opções de lazer. “Ele está sem aulas e eu também estou sem trabalhar. Apesar de sabermos que o momento é de cuidado é preciso ter espaço para distração. Ele estava muito ansioso para fazermos alguma coisa”, contou.

Para evitar os riscos de contaminação, além das medidas adotadas pelo parque, Milene também tomou suas próprias precauções. “Evitamos ficar muito perto das outras pessoas, trouxemos máscaras extras e muito álcool em gel”, disse.

Neste primeiro dia de funcionamento, o local contou com visita da Vigilância Sanitária e além das medidas já tidas como tradicionais nos estabelecimentos do estado, como os dispensers de álcool em gel e as demarcações para o distanciamento mínimo de um metro, dois túneis de desinfecção, com água ozonizada, foram instalados no parque. 

Com a redução de atrações e de público, parte dos 1.100 funcionários foram remanejados para providenciar a higienização dos brinquedos a cada rodada de uso. Uma equipe também foi destacada para realizar a fumigação em todas as áreas do parque ao longo de todo o dia de funcionamento.

A direção do Beto Carrero não informou o público deste primeiro dia de atividades. Pessoas que trabalham no local, no entanto, afirmaram à reportagem que a lotação chegou próximo dos 50% estabelecidos como limite, algo em torno de 6 mil pessoas. Neste primeiro momento, só é permitida a compra de ingressos por moradores dos três estados do Sul, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

Nas atrações mais procuradas, apesar do controle rígido dos funcionários, houve formação de pequenas filas, como na Fire Whip, a primeira montanha-russa invertida do Brasil. O distanciamento mínimo de um metro também ficou prejudicado na apresentação Hot Hheels Epic Show. Apesar da demarcação dos lugares na arquibancada, houve aglomeração, principalmente na saída, após o encerramento da atração, que também teve o número de espetáculos por dia diminuído.

O casal Julia Simon Teixeira e Samuel Gomes Teixeira foram os primeiros a entrar no parque após a reabertura. Eles compraram entradas em março, dias antes do fechamento por conta da pandemia, e aproveitaram o Dia dos Namorados para celebrar a união. “É muito bom sempre estar aqui. A gente já pode perceber desde lá fora a questão do distanciamento, o que pode e o que não pode, tudo para termos um dia seguro no parque”, afirmou Samuel.

Apesar de opiniões divergentes sobre o retorno das atividades de entretenimento em Santa Catarina, a direção do parque disse que o objetivo com a adoção de medidas de segurança além daquelas estabelecidas é demonstrar ao público que é possível visitar o local com segurança. “Nós ampliamos todas as medidas de higiene, estamos fazendo a fumigação de todos os ambientes, seguindo todas as orientações sanitárias”, afirmou o diretor de operações do parque, Clever Pirola Avila.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.