Começa hoje vacinação contra rotavírus

A partir das 8h de hoje, os postos de saúde de todo o Estado abrirão suas portas para o início da vacinação contra o rotavírus, responsável por grande parte dos óbitos causados por diarréias agudas em todo o mundo. A nova vacina, via oral, será introduzida no calendário de imunização de todo o País. Para ficar imunes ao rotavírus as crianças devem tomar duas doses da vacina. A primeira precisa ser aplicada nos bebês com dois meses de vida (no máximo com três meses e sete dias); a segunda dose em crianças com quatro meses de idade (no máximo com cinco meses e 15 dias). Ela pode ser combinada com qualquer outra vacina e não apresenta contra-indicações. A única recomendação é a de respeitar o espaço de, no mínimo, 1 mês entre cada dose. O rotavírus é transmitido por via oral-fecal e atinge principalmente crianças de 6 meses a dois anos, que ficam desidratadas rapidamente. Em adultos, ele se manifesta de forma branda. Com a implantação da vacina, o governo federal, os Estados e municípios esperam evitar cerca de 850 mortes nessa faixa etária, a cada ano, no Brasil. A redução corresponde a 34% do total de óbitos que ocorrem em menores de cinco anos. Cerca de 135 milhões de crianças são infectadas pela doença anualmente em todo o mundo, das quais 600 mil morrem, a maioria nos países em desenvolvimento. Só no Estado de São Paulo, já foram distribuídas 109 mil doses da vacina para as 645 cidades. A vacina que será oferecida a partir de hoje foi importada da Bélgica pelo Ministério da Saúde. Mas o Instituto Butantã também produzirá a vacina contra o rotavírus ainda neste ano. A expectativa é de que ela seja distribuída em 2007.

Agencia Estado,

06 de março de 2006 | 09h22

Tudo o que sabemos sobre:
notícia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.