Cometa e sonda em um encontro de dia dos namorados no espaço

Objetivo do encontro da sonda Stardust-NExT com o cometa Tempel 1 é estudar as mudanças na superfície do corpo celeste que circula entre Marte e Júpiter

estadão.com.br com Efe e Agência Fapesp,

14 Fevereiro 2011 | 12h25

 

SÃO PAULO - A sonda Stardust-NExT da Nasa vai se encontrar com o cometa Tempel 1 nesta segunda-feira, 14. O objetivo desse encontro será estudar pela primeira vez as mudanças na superfície do corpo celeste que circula entre as órbitas de Marte e Júpiter. A mídia norte-americana tem feito diversas alusões ao "romântico encontro de dia dos namorados", pois hoje é comemorado o Dia de São Valentim. O propósito do encontro.

 

O evento está previsto para as 14h56 (hora de Brasília), quando a sonda irá atingir o ponto máximo de aproximação do Tempel 1. A missão da Stardust-NExT, chamada de Nova Exploração do Tempel, incluirá tirar fotos em alta resolução durante esse encontro e medir a composição, a distribuição e o fluxo de poeira do material que envolve o núcleo do cometa. Em seguida, as primeiras imagens do cometa serão feitas e transmitidas à Terra. Serão produzidas 72 imagens e cada uma levará 15 minutos para chegar ao controle da missão, nos Estados Unidos.

 

Os dados desse novo empreendimento vão fornecer informações importantes sobre como se formam e evoluem a família de cometas de Júpiter, disse a Nasa em comunicado.

 

A sonda continuará o trabalho de pesquisa sobre o cometa que começou em julho de 2005, quando a nave espacial Deep Impact lançou um projétil na superfície dele para estudar sua composição por meio do material desprendido na colisão.

 

A Stardust-NExT conta com sistemas capazes de capturar imagens da cratera criada pelo projétil, o que, segundo esperam os cientistas, deve fornecer uma grande quantidade de informações que lance luz sobre a formação dos cometas.

 

O encontro ocorrerá a 336 milhões de quilômetros da Terra, quando a sonda estiver quase do lado oposto do Sistema Solar. Durante o sobrevoo, a Stardust-NExT vai captar 72 imagens, que serão armazenadas em um computador de bordo e, em seguida, enviadas à Terra para processamento, que começará por volta das 8 horas (de Brasília) do dia 15 de fevereiro.

Mais conteúdo sobre:
cometa espaço

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.