Comissão Europeia diz que leite e carne de vacas clonadas não trazem riscos à saúde

Apesar disso, é proibida a distribuição de derivados de animais geneticamente modificados na UE

Efe

03 de agosto de 2010 | 15h17

BRUXELAS - A Comissão Europeia (CE) afirmou nesta terça-feira, 3, que o leite e a carne de vacas clonadas ou de suas crias não traz riscos à saúde humana, segundo um porta-voz.

Bruxelas se pronunciou a partir da suposta distribuição de leite proveniente de vacas geneticamente modificadas. O caso está sendo investigado no Reino Unido.

"Todas as provas científicas realizadas até o momento assinalam que nem o leite nem a carne de exemplares clonados trazem riscos à saúde", disse o porta-voz.

Bruxelas esclareceu que na União Europeia está proibida a distribuição de derivados de animais geneticamente modificados, salvo sob autorização especial.

De acordo com o jornal americano The New York Times, um produtor inglês afirmou produzir leite de crias de vacas nascidas a partir de embriões clonados provenientes dos Estados Unidos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.