Comissão Europeia retira alerta contra pepino espanhol

Surto já matou 17 pessoas na Europa; origem da bactéria é desconhecida

FILIPE DOMINGUES, Agência Estado

01 Junho 2011 | 16h11

A Comissão Europeia retirou o alerta aos consumidores contra os pepinos produzidos na Espanha, que eram suspeitos de ter causado 17 mortes por contaminação com a bactéria Escherichia coli (E.coli) na Europa, conforme informou hoje o Ministério da Saúde da Espanha.

Veja também:

especial Saiba mais sobre causas e prevenção da infecção intestinal na Alemanha

"A Comissão Europeia removeu o alerta de saúde contra os pepinos espanhóis provenientes da Almería, que havia apresentado na última quinta-feira, depois de um relatório errôneo das autoridades alemãs", afirmou o Ministério, em comunicado.

O governo espanhol disse que o comissário John Dalli telefonou para a ministra da Saúde da Espanha, Leire Pajin, e a informou sobre a decisão. "É um passo importante para restaurar a normalidade o quanto antes para o setor agrícola espanhol", informou o comunicado. As informações são da Dow Jones.

Mais conteúdo sobre:
saúde bactéria E coli pepino Espanha

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.