Reprodução
Reprodução

Como mobilizar as pessoas em tempos de redes sociais

Experiência mostra que estratégias baseadas em recompensa financeira funcionam melhor

estadão.com.br com agências de notícias,

27 de outubro de 2011 | 16h48

SÃO PAULO - Imagine que você é parte de um grupo que tenta encontrar uma criança perdida - ou mora numa vizinhança que procura bandidos em fuga. Qual é o meio mais rápido e eficaz de informar outras pessoas sobre a situação e de recrutá-las para sua causa? Muitos cientistas sociais têm tentado responder essa questão.

 

Agora, uma competição organizada pela Defense Advanced Research Projects Agency (Darpa), nos Estados Unidos, lança luzes sobre o tipo de incentivos que podem ser usados para executar tarefas que requerem esse tipo de mobilização em escala.

 

Na competição, dez balões meteorológicos vermelhos foram colocados em diferentes lugares dos Estados Unidos. Os times foram desafiados a localizá-los o mais rápido possível.

 

A equipe do Massachusetts Institute of Technology (MIT), vencedora do desafio, explica como foi capaz de usar a internet para localizar os dez balões em menos de nove horas. Antes mesmo de a competição começar, os participantes conseguiram recrutar 4.400 pessoas de todo o país para ajudá-los a encontrar os balões.

 

Além de oferecerem parte do prêmio em dinheiro para quem localizasse um balão, eles também prometeram a recompensa a qualquer pessoa que informasse sobre a competição a quem achasse um balão. Essa estratégia de incentivos superou outras baseadas no altruísmo, como a idealizada pelo Georgia Tech, que prometeu doar o prêmio à Cruz Vermelha.

 

Os vencedores esperam que essa estratégia possa ser usada no futuro em campanhas de mobilização social.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.