Como prevenir o chato e como tratá-lo?

A doença popularmente conhecida como "chato" é causada por um inseto da família do piolho, o Phtirus púbis. Este agente infesta a região dos pêlos pubianos, da região glútea, raiz das coxas e porção inferior do abdômen. Causa intensa coceira, daí o nome popular. Ao se coçar, a pessoa poderá levar o agente através das mãos e unhas para outras áreas do corpo, como sobrancelhas e cílios. A transmissão é freqüentemente sexual, mas não exclusiva. Pode também ocorrer através do contato com roupas de cama contaminadas, roupas íntimas, toalhas ou outros materiais que tenham tido contato com áreas infestadas. O diagnóstico baseia-se nos sintomas e na observação de lêndeas ou do próprio piolho junto aos pêlos. O tratamento é feito com medicação tópica. As roupas de cama, de banho e vestimentas devem ser lavadas e expostas ao calor solar intenso ou de máquinas de secar roupa. Os parceiros sexuais infectados devem ser avaliados e tratados. A prevenção se faz com cuidados de higiene e asseio pessoal. É importante observar que esta doença sexualmente transmissível ocorre a partir do contato de áreas corpóreas e que o uso de preservativo não se associa à sua prevenção. *ginecologista do Hospital Israelita Albert Einstein

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.