Concurso premia jovens mulheres cientistas com bolsa de US$ 20 mil

Sete cientistas foram premiadas por projetos nas áreas de ciências biológicas, física, química e matemática

Agência Brasil

27 Setembro 2012 | 09h45

Rio de Janeiro - Com apoio da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), a Academia Brasileira de Ciências (ABC) apresentou nesta quarta-feira, 26, as sete jovens cientistas brasileiras vencedoras do Prêmio Para Mulheres na Ciência 2012. As contempladas foram Carolina Cavalieri Gomes, Gislaine Zilli Réus, Karin Soares Gonçalves Cunha, Katiúscia Nadyne Cassemiro, Márcia Foster Mesko, Paula Murgel Veloso e Roselia Maria Spanevello.

A premiação é realizada desde 2006 pela L'Oréal Brasil, que já concedeu mais de R$ 1 milhão para 40 jovens cientistas do país. As vencedoras receberão bolsa no valor de US$ 20 mil para darem continuidade a seus projetos.

"É extremamente importante para estimularmos o papel da mulher na ciência. Eu sou favorável que a gente promova o crescimento, com mérito, da mulher na ciência. Em particular, na nossa academia, no futuro", disse à Agência Brasil o presidente da ABC, Jacob Palis.

Palis não tem dúvidas que algumas das premiadas serão membros futuros da ABC. Há cinco anos, a entidade tinha somente 7% de mulheres entre os cientistas filiados. Hoje, elas representam 12,6%. "Estamos avançando", disse Palis.

As sete cientistas foram premiadas por projetos nas áreas de ciências biológicas, física, química e matemática. Elas são oriundas dos estados do Rio de Janeiro, do Rio Grande do Sul, de Santa Catarina, de Pernambuco e de Minas Gerais. O trabalho de seleção foi realizado pela ABC.

Mais conteúdo sobre:
Ciênciacientistaprêmio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.