AP Photo/Luca Bruno
AP Photo/Luca Bruno

Contra coronavírus, CNBB afirma que idosos e pessoas doentes não precisam ir às missas

Conferência Nacional dos Bispos do Brasil recomendou suspensão de encontros com aglomeração; entidade também informa que ações como abraços da paz ou dar as mãos em oração não são recomendadas

Paulo Beraldo, O Estado de S.Paulo

16 de março de 2020 | 10h33

Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) recomendou nesta segunda-feira, 16, a suspensão de encontros, assembleias, seminários e eventos em que haja aglomeração de pessoas. A entidade indicou ainda que atividades previstas para os próximos dias devem ser remacadas, pediu maior atenção com os cuidados de limpeza nos ambientes eclesiais, com a disponibilizaçao de álcool em gel para os fiéis, e sugeriu cuidado com informações falsas relativas à pandemia do coronavírus.   

A CNBB afirmou ainda que os idosos e pessoas doentes não precisam ir às missas, ressaltando que poderão permanecer "em comunhão e unidos à comunidade de fé" acompanhando as celebrações transmitidas pelos meios de comunicação católicos. A CNBB também recomendou que a catequese seja suspensa por 15 dias. O Brasil tem 200 casos confirmados de coronavírus em 14 Estados e o Distrito Federal - a maioria em São Paulo.

Para Entender

Coronavírus: veja o que já se sabe sobre a doença

Doença está deixando vítimas na Ásia e já foi diagnosticada em outros continentes; Organização Mundial da Saúde está em alerta para evitar epidemia

A nota da CNBB recomenda que é preciso prestar atenção nas recomendações do Ministério da Saúde e redobrar cautela para não compartilhar informações falsas. "A mentira, além de prejudicar o enfrentamento da doença, gera pânico, agravando a situação. Nesse sentido, oportuno é checar cada informação recebida pesquisando em outras referências". 

"Solicitamos aos evangelizadores que organizem celebrações em espaços abertos, especialmente as que reúnem mais pessoas, e mantenham as igrejas mais arejadas", afirmou o documento. Ações como o abraço da paz e dar as mãos na oração do Pai-Nosso não são recomendadas. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.