Coréia do Sul desinfeta área com foco de gripe aviária

Área está a cerca de 70 quilômetros de Seul; 75 mil aves foram sacrificadas até agora

Efe,

16 de abril de 2008 | 04h15

A Coréia do Sul estendeu nesta quarta-feira, 16, a todo o país o alerta para a gripe aviária. Há um foco nas cercanias da capital, Seul. Diante do risco de que a epidemia se propague pelo restante do território nacional, áreas próximas ao foco estão sendo desinfetadas, informou a agência Yonhap. O Ministério de Alimentos, Agricultura, Florestas e Pesca impôs em todo o país o "alerta laranja", o segundo mais alto. Dias antes, o alerta foi imposto na província de Jeolla, a cerca de 260 quilômetros da capital, onde foram diagnosticados vários casos de gripe aviária. A extensão do alerta foi adotada depois de se detectar na terça-feira um novo caso em Pyeongtaek, a cerca de 70 quilômetros de Seul, para impedir a propagação do vírus. Enquanto espera pelos resultados do teste que determinará se a variante do vírus é a H5N1, as autoridades sul-coreanas sacrificaram 75.000 aves e prevêem matar outras 338.000. Até agora foram confirmados 36 casos de gripe aviária na Coréia do Sul, entre eles 20 relacionados com o H5N1, segundo o Ministério sul-coreano.

Tudo o que sabemos sobre:
gripe aviáriaCoréia do Sul

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.