Coréia do Sul diz ter desenvolvido vacina contra gripe suína

Comercialização poderia ser iniciada em quatro meses; é a primeira vacina do mundo para humanos

Efe

18 Maio 2009 | 08h03

Nova York tem a primeira morte causada pela gripe suína

Uma equipe de cientistas sul-coreanos afirma ter desenvolvido uma vacina contra a gripe suína que poderia ser comercializada em um prazo de quatro meses, informou nesta segunda-feira, 18, a agência local "Yonhap".

 

Veja também:

especial Mapa: veja como a gripe está se espalhando

especialEntenda a gripe suína: perguntas e respostas 

video Infectologista esclarece cuidados que serão tomados 

mais imagens Veja galeria de fotos da gripe suína pelo mundo   

som 'Meios de transportes facilitam a propagação'

documento Folheto oficial do Ministério da Saúde  

 

A equipe, liderada pelo professor Seo Sang-heui da Faculdade de Veterinária da Universidade Nacional de Chungnam, afirma ter criado na sexta-feira, 15, uma vacina a partir de uma amostra do vírus oferecida pelo Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC, na sigla em inglês) dos Estados Unidos onze dias antes.

 

A vacina, denominada como CNUK-RG A/CA/4xPR/8(H1N1), é a primeira desenvolvida para o homem contra a gripe suína no mundo, segundo a "Yonhap". A equipe sul-coreana se mostrou disposta a oferecê-la de forma gratuita aos laboratórios e à indústria farmacêutica, e disse que assim comunicou à Organização Mundial da Saúde e ao CDC.

 

Os cientistas consideram que a indústria farmacêutica poderia fabricar essa vacina em um prazo de quatro meses após um teste humano e que seu custo seria de 3,50 euros por pessoa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.