Coréia do Sul está quase toda sob influência da gripe aviária

Governo admite influência após confirmação de caso do vírus H5N1 no norte do país

Efe,

09 de maio de 2008 | 05h11

As autoridades sul-coreanas confirmaram que a gripe aviária já afeta todo o país, com exceção à ilha de Jeju (sul), depois da descoberta de um caso do vírus letal H5N1 no norte do país, segundo a agência local de notícias Yonhap. O Ministério de Alimentos, Agricultura, Florestas e Pesca sul-coreano confirmou nesta sexta-feira, 9, que o vírus da gripe aviária encontrado no fim de semana passado em duas granjas em Chuncheon pertence à variante letal H5N1. Segundo as autoridades, as 58 aves que morreram em Chuncheon estavam infectadas pelo vírus H5N1 da gripe aviária. Foram confirmados este ano 35 casos do vírus da variante letal da gripe aviária na Coréia do Sul. O primeiro foi detectado em 1º de abril, em uma granja em Gimje. As autoridades sul-coreanas sacrificaram até agora mais de 6,6 milhões de aves.

Tudo o que sabemos sobre:
Coréia do Sulgripe aviária

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.