REUTERS/Guglielmo Mangiapane
REUTERS/Guglielmo Mangiapane

Coronavírus chega a lar de idosos na Espanha e mata mulher de 99 anos

Doença é mais letal entre idosos e pessoas com outras condições de saúde, como hipertensão e diabete

Redação, O Estado de S.Paulo

06 de março de 2020 | 05h00

Autoridades sanitárias de Madri, na Espanha, confirmaram nesta quinta-feira, 5, nove casos de idosos contaminados pelo coronavírus em um asilo - um dos registros é o de uma mulher de 99 anos, que morreu na terça-feira.  

Outros oito idosos e uma auxiliar de enfermagem foram contaminados. O residencial abriga de 70 a 80 idosos, com idade média de 80 anos.  Segundo análises da Organização Mundial da Saúde (OMS), a doença é mais letal entre idosos e pessoas com outras condições de saúde, como hipertensão e diabete. 

Ainda é desconhecida a origem da contaminação, mas os parentes de todos os residentes foram orientados por telefone a não ir ao residencial a menos que a visita seja imprescindível.  Além disso, serão realizados testes em todos os residentes e funcionários. Também foram suspensas atividades externas.

As medidas estão limitadas a esta instituição em que foram registrados os casos de coronavírus. As autoridades espanholas informaram desconhecer mais casos da doença em lares de idosos. 

O Ministério da Saúde espanhol confirmou nesta quinta-feira, 5, três mortes pelo coronavírus e mais de 260 infecções. Na Espanha, a taxa global é de 0,4 caso para cada 100 mil habitantes./ EFE


 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.