Reprodução Facebook
Reprodução Facebook

Coronavírus: DJ faz balada pela varanda na Itália e espanhóis se casam pela janela

Europeus têm usado a criatividade para contornar quarentena obrigatória imposta pela covid-19

João Ker, O Estado de S.Paulo

18 de março de 2020 | 17h22

A pandemia do novo coronavírus já se espalhou por mais de 120 países, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), e levou a mais de 7.500 mortes. Na Itália, segundo território mais afetado em todo o mundo, a população tem encontrado formas de contornar o isolamento obrigatório que vigora até 3 de abril. 

O DJ Daniele Cocuzza usou a varanda de sua casa em Palermo, no sul do país, para fazer um set que durou quase uma hora na noite do último sábado, 14. Entre as músicas escolhidas, estavam clássicos da década de 1990, como L’amour Toujours, de Gigi D’Agostino, The Rhythm of The Night, da banda italiana Corona, fundada pela brasileira Olga Maria de Sousa, e até o clássico do funk carioca Rap das Armas, da dupla Cidinho & Doca

 

O vídeo original postado na página do DJ já contabiliza mais de seis milhões de visualizações e é possível ver que os vizinhos interagem em muitos momentos com Cocuzza, inclusive cantando as músicas que ele toca. No Facebook, já foi até organizado um “flash mob na varanda” para a noite do próximo sábado, 21, com mais de mil pessoas confirmadas no evento

 

Já na Espanha, onde o isolamento domiciliar também foi decretado desde o último sábado, 14, um casal de namorados resolveu realizar sua cerimônia de casamento pelas janelas do prédio onde seria a festa. 

 

Alba e Daniel disseram “sim” em uma cerimônia simbólica na cidade de Monforte, na província de Lugos, celebrada pelo vizinho da frente. A noiva, que trabalha com produção de casamentos, jogou o buquê pela janela e a vizinhança celebrou a união com gritos e aplausos. 

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Pues al final sí que hubo boda! Gracias vecinos y amigos!

Uma publicação compartilhada por Frida Kiwi (@frida_kiwi) em

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.