Wilton Junior/Estadão
Wilton Junior/Estadão

Coronavírus: equipe econômica negocia mais recursos para hospitais federais do Rio

Segundo o ministro da Saúde, as obras serão realizadas em instalações elétricas e hidráulicas, em áreas de ambientação e de recuperação

Adriana Fernandes, O Estado de S.Paulo

12 de março de 2020 | 13h06

BRASÍLIA - A equipe econômica negocia com o Ministério da Saúde o fortalecimento dos hospitais federais no Rio de Janeiro. Medidas especificas já vinham sendo estudadas para melhorar a estrutura de gestão  e, com a epidemia do coronavírus, ganharam mais celeridade para melhorar o atendimento dos pacientes.

Além de recursos adicionais, uma das ideias é criar um departamento para melhorar a governança dos seis hospitais federais.

No ano passado, o Ministério da Saúde e a Secretaria-Geral da Presidência anunciaram R$ 120 milhões para obras de reformas nas instalações elétricas e hidráulicas nos seis hospitais federais.

Segundo o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, as obras serão realizadas em instalações elétricas e hidráulicas, em áreas de ambientação e de recuperação.

As prioridades serão encaminhadas pelas direções dos hospitais da Lagoa, de Ipanema, de Bonsucesso, dos Servidores do Estado, do Andaraí e no Cardoso Fontes.

O governo vai liberar um crédito extraordinário de R$ 5 bilhões para o combate da crise do coronavírus. O dinheiro fica fora do teto de gastos, a regra que impede o crescimento das despesas de um ano para outro acima da inflação.

Segundo o ministro, a liberação vai ser feita de acordo com o número de habitantes de cada região.

A Secretaria de Saúde do Rio de Janeiro confirmou na manhã desta quinta-feira, 12, os primeiros casos de transmissão local do coronavírus, elevando para 15 o total de pessoas infectadas pela doença no Estado - 13 na capital, um em Niterói e um em Barra Mansa. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.