Wilton Junior/Estadão
Wilton Junior/Estadão

Coronavírus: Prefeitura do Rio fecha bares; um deles com festa de 60 pessoas

Além de desrespeitar fechamento obrigatório de comércios não essenciais, estabelecimentos não possuíam alvará

Fernanda Nunes, O Estado de S.Paulo

05 de abril de 2020 | 13h49

RIO - A prefeitura do Rio fechou, na madrugada deste domingo, três bares que funcionavam sem autorização em Curicica, na Zona Oeste da cidade. Um deles, promovia em seu interior e na via pública, evento com música que reunia cerca de 60 pessoas no momento da chegada das equipes. O fechamento faz parte das medidas para evitar aglomerações e conter o avanço do novo coronavírus.

Além de desrespeitar o fechamento obrigatório de comércios não essenciais, os estabelecimentos não possuíam alvará de funcionamento da Fazenda municipal.

“A prefeitura, por meio do Disk Aglomeração e diversas outras frentes, está atenta e fiscalizando 24 horas por dia. O que está em jogo aqui é a preservação a vida”, afirmou o secretário municipal de Ordem Pública, Gutemberg Fonseca, de acordo com nota enviada pela assessoria de imprensa. 

Apenas nas ações da secretaria, foram fechados 1 mil estabelecimentos não essenciais na cidade até a última sexta-feira, além dos três de Curicica, fechados neste domingo. 

A suspensão do comércio é por tempo indeterminado. São exceções, porém, supermercados e hortifrutis, padarias, sem consumo local,  pet shops, lojas de materiais de construção e postos de combustíveis.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.