Divulgação/Correios
Divulgação/Correios

Correios distribuirão material informativo sobre aids

Agências também venderão cartões postais com abordagens bem-humoradas sobre a doença

Agência Brasil,

09 Fevereiro 2010 | 11h45

O Ministério das Comunicações e a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT) lançaram nesta terça-feira, 9, a campanha Correios Contra a Aids. Cerca de 120 agências vão se tornar pontos estratégicos de distribuição de material informativo sobre prevenção da doença.

 

Veja também:

linkCampanha contra aids no carnaval foca mulher e gay

linkEspecialista alerta para relaxamento do combate à Aids  

 

Haverá nas agências oferta de cartões postais com abordagens bem-humoradas sobre o HIV/aids, a distribuição de 15 mil folders e de mil cartazes. A campanha inclui ainda o envio de cerca de 800 mil mensagens por mala direta postal domiciliar, além de um carimbo comemorativo.

 

O Brasil é um dos sete países piloto da campanha, uma iniciativa global promovida por UNAIDS, UPU, OIT e UNI Global Union, lançada em julho de 2009 e que visa mobilizar a estrutura de mais de 660 mil Agências de Correios de todo o mundo.

Mais conteúdo sobre:
Correios campanha aids

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.