Cosmonautas russos iniciam caminhada no espaço

Sergei Vólkov e Aleksandr Samokutiáyev lançarão um microssatélite e efetuarão uma série de trabalhos no casco da plataforma

Efe,

03 Agosto 2011 | 09h38

 

 

MOSCOU - Dois dos seis tripulantes da Estação Espacial Internacional (ISS, na sigla em inglês), os russos Sergei Vólkov e Aleksandr Samokutiáyev, fazem nesta quarta-feira, 3, uma caminhada espacial durante a qual lançarão um microssatélite e efetuarão uma série de trabalhos no casco da plataforma. Trabalhos devem durar cerca de seis horas, terminando por volta das 18h.

 

Vólkov e Samokutiáyev sairão ao espaço exterior através da escotilha do módulo de engate Pirs, na que será a 35ª caminhada espacial desde o segmento russo da plataforma internacional.

 

Uma vez fora da ISS, a primeira tarefa dos cosmonautas será pôr em órbita manualmente o microssatélite russo Cedro, que emitirá durante duas semanas 25 mensagens de saudação em 15 idiomas, fotografias da Terra e informações técnicas do aparelho. O aparelho de 30 quilos chegou à ISS em janeiro a bordo do cargueiro russo Progress.

 

Em seguida, instalarão no casco do módulo russo Zvezda o terminal de comunicação a laser BTLS-N, que permitirá transmitir à Terra um grande volume de informações científicas.

 

Além disso, Vólkov e Samokutiáyev desmontarão uma antena do sistema de aproximação e engate automático Kurs, fotografarão diversas instalações e colocarão no casco do Pirs três contêineres com bactérias que serão submetidas à radiação cósmica.

 

Por último, os russos fotografarão com a Terra ao fundo retratos do cosmonauta soviético Yuri Gagarin, o primeiro homem a ser enviado ao espaço em 1961, e dos cientistas Konstantín Tsiolkovski e Sergei Koroliov, considerados os pais da cosmonáutica russa.

 

Os trabalhos dos cosmonautas serão supervisados desde o interior da ISS pelos outros quatro membros da tripulação: o comandante da expedição, o russo Andrei Borisenko, os americanos Ronald Garan e Michael Fossum e o japonês Satoshi Furukawa.

 

Após a recente aposentadoria das naves americanas, as lendárias naves russas Soyuz e os cargueiros Progress são o único elo entre a Terra e a plataforma espacial.

Mais conteúdo sobre:
ISS Nasa espaço caminhada espacial

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.