Tiago Queiroz/Estadão
Tiago Queiroz/Estadão

Covid-19: Brasil tem média móvel abaixo de 300 óbitos por dia pela 1ª vez desde abril de 2020

País chegou a 607.954 mortes e 21.812.429 casos confirmados do coronavírus; 94 óbitos foram registrados em 24 horas

Redação, O Estado de S.Paulo

01 de novembro de 2021 | 20h07

O Brasil chegou à média móvel de 296 mortes diárias por covid-19 nesta segunda-feira, 1º. Calculada com dados dos últimos sete dias para evitar distorções (os registros costumam diminuir em feriados e fins de semana), a taxa é a menor registrada desde 27 de abril de 2020, quando foi de 287. Este é o 21º dia seguido abaixo dos 400 óbitos diários.

Ceará, Mato Grosso do Sul e Rondônia não registraram mortes por coronavírus nas últimas 24 horas. No período, os Estados com mais óbitos pela doença foram São Paulo (17), Rio de Janeiro (13), Distrito Federal (9) e Paraná (8).

Os dados são do consórcio de veículos de imprensa formado por Estadão, g1, O Globo, Extra, Folha e UOL em conjunto com as secretarias de Saúde das 27 unidades federativas, em balanço divulgado às 20h. Os Estados do Acre e de Santa Catarina não divulgaram os números atualizados nesta segunda-feira.

Ao todo, o Brasil chegou a 607.954 mortes e 21.812.429 casos confirmados do coronavírus. Do total, 94 óbitos e 3.875 casos foram registrados nas últimas 24 horas (resultado o último em uma média móvel de 11.077 por dia).

Brasil chega a 54,98% da população com esquema vacinal completo

Também nesta segunda-feira, o País alcançou a 117.283.826 pessoas com o esquema vacinal completo contra a covid-19 (duas doses ou vacina de dose única), o que representa 54,98% da população. No caso da primeira dose, o alcance é de 72,55%, ou seja, 154.757.300 dos brasileiros. 

Além disso, 8.683.554 pessoas receberam a dose de reforço contra a doença. Em 24 horas, foram 326.359 novas aplicações. Deste total, 80.031 foram terceiras doses, 41.506 de primeira dose e 204.395 de segunda dose.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.