Justin Lane/EFE
Justin Lane/EFE

Criança de 5 anos com suspeita de Ebola está internada em Nova York

Garoto visitou Guiné há um mês e apresentou sintomas da doença na noite de domingo; resultado de exame deve sair nesta segunda

O Estado de S. Paulo

27 Outubro 2014 | 12h01

NOVA YORK - Uma criança de cinco anos é suspeita de ter contraída o vírus Ebola e colheu sangue para ser testada para a doença, informaram autoridades norte-americanas nesta segunda-feira, 27. O garoto está no Centro Hospitalar Bellevue, em Nova York, uma das quatro unidades indicadas pelo governo para o tratamento da doença, onde o exame é realizado. O resultado deve sair ainda nesta segunda-feira.

A polícia foi chamada à casa do paciente na noite do domingo, 26, após a criança desenvolver sintomas similares ao do Ebola. Ele foi transportado em uma ambulância para o hospital horas depois. Segundo um agente, o garoto e sua família visitaram a Guiné, um dos três países mais fortemente atingidos pela epidemia, há cerca de um mês. Eles retornaram aos Estados Unidos no sábado, 25, pela Moroccan Airlines. O paciente vive com seus pais e três irmãos.

Na manhã desta segunda-feira, a criança, que não foi identificada, começou a apresentar febre. Então, agentes do Departamento Municipal de Saúde consultaram o Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC, na sigla em inglês) e decidiram conduzir o teste.

Investigadores do departamento de saúde já estão rastreando os contatos do paciente antes mesmo do resultado do exame confirmar ou desmentir a suspeita de Ebola. 

Enquanto isso, o médico Craig Spencer, que foi diagnosticado com a doença na semana passada, permanece em condição estável, embora grave, no hospital. Sua noiva, Morgan Dixon, continua sem apresentar sintomas da doença e está em quarentena em casa, no Harlem./DOW JONES NEWSWIRES

Mais conteúdo sobre:
EbolaEstados Unidos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.